Blog
ENERGIA: estratégia de sobrevivência e manutenção da competitividade.

ENERGIA: estratégia de sobrevivência e manutenção da competitividade.

“O valor da tarifa está atingindo um patamar muito preocupante.” Frase do diretor geral da ANEEL dita no mesmo dia em que a própria agência propõe um aumento de 25% na tarifa da CEMIG. Incoerência? Sim. Mas vamos aos fatos.

O custo da energia solar pressiona os preços e impacta TODO o mercado. Empresas e pessoas físicas. Está cada vez mais caro gastar energia. Paralelamente, o sistema elétrico, que arrecada cada vez mais sempre que há reajuste na tarifa, não está conseguindo se manter e nem se modernizar. Sabe por quê? A conta não fecha! Subsídios excessivos, furtos de energia, má gestão, politicagem dentro das empresas do setor, etc., etc. e etc…

Quem paga a conta é quem literalmente paga a conta (aquela de tarifa cheia, do mercado cativo). Inclusive quem paga a conta, paga também por todos os consumidores que hoje se beneficiam da geração distribuída. Ponto polêmico que gera muita discussão entre os agentes do setor. As distribuidoras entendem que apenas o custo de disponibilidade não remunera o custo de distribuição para quem está na baixa tensão.

Dito isso e, diante do cenário de pressão no valor da tarifa de energia, pagar a conta para os demais não deveria ser uma opção para aqueles que imediatamente podem se beneficiar da geração de energia para autoconsumo. Seja qual for o motivo que pressiona o valor da tarifa final, que está realmente atingindo um valor preocupante, ficar imune a reajustes e sobre taxas é estratégia de sobrevivência e manutenção da competitividade.

Somos referência em:

Compartilhe:

A Emap Solar é tradição em energia solar fotovoltaica no Brasil.