Blog
Entenda Como Funciona a Energia Solar Residencial

Entenda Como Funciona a Energia Solar Residencial

A energia solar residencial está ganhando força em todo o mundo à medida que mais países começaram a fazer a transição para essa fonte sustentável e, portanto, primordial.

Para você ter uma ideia: hoje, o Brasil está entre os dez primeiros países líderes na produção de energia fotovoltaica.

Como o custo da energia solar residencial despencou nos últimos anos, juntamente com grandes melhorias em eficiência técnica e qualidade de fabricação, muita gente já considera a instalação da energia solar residencial como uma solução viável e acessível, também para empresas.

Continue acompanhando para entender tudo sobre o funcionamento da energia solar em residências.

Conheça o Trabalho da Placa Solar Residencial

Os painéis solares funcionam absorvendo a luz do sol com células fotovoltaicas, gerando energia de corrente contínua (DC) e, em seguida, convertendo-a em energia de corrente alternada utilizável (AC) com a ajuda da tecnologia do inversor.

Ou seja, a energia CA passa pelo painel elétrico da casa e é distribuída em seguida. Embora essa tecnologia possa parecer complexa, quando desdobrada, torna-se super fácil de entender.

energia solar residencial

Energia solar Residencial = eletricidade (DC) convertida em corrente alternada (AC) pelo inversor solar, e enviada ao painel elétrico de distribuição.

E à noite ou em dias chuvosos?

Como a energia solar residencial é produzida e consumida instantaneamente, ela não gera eletricidade à noite ou em dias de chuva, que é quando você precisa utilizar a energia elétrica convencional.

Porém, existe um sistema de compensação muito interessante, que faz com que a energia gerada durante o dia (ou dias de sol) compensa os períodos sem a luz solar, observe:

Visão Geral dos Painéis Solares de Casas

Um painel solar ou placa fotovoltaica é constituído por células de silício compactadas em uma armação de metal revestido por vidro. Internamente, várias fiações permitem que a corrente flua por meio das células fotovoltaicas.

O silício tem propriedades condutivas que permitem absorver e converter a luz solar em eletricidade. Quando a luz age nas células, os elétrons se movimentam e iniciam um fluxo de corrente elétrica chamado de efeito fotovoltaico – que explica a tecnologia dos painéis solares.

Assim, a luz solar é convertida em eletricidade de corrente contínua (DC) e transformada em eletricidade de corrente alternada (CA) com a ajuda de um inversor solar. Dele, a energia é enviada ao painel elétrico da sua casa e fica disponível instantaneamente para os dispositivos e aparelhos usarem.

Já o vidro serve para proteger as células fotovoltaicas. Na parte de trás, uma camada protege contra a dissipação de calor e umidade dentro da placa. Este isolamento é importante para que, com a temperatura muito alta, o painel não perca eficiência.

Os painéis solares têm um revestimento anti-reflexo que aumenta a absorção da luz solar e permite que as células de silício recebam a máxima exposição solar.

Energia Solar Residencial: vale a pena?

O sistema de energia solar residencial chamado de geração distribuída obteve um crescimento extraordinário há cerca de 3 anos, em grande parte justificado pelo aumento dos descontos concedidos pela Aneel desde então.

Isso porque, quem gera a própria energia tem abatimento significativo na conta de luz que vale, sim, muito a pena. Veja o exemplo:

  • Se uma residência que consome 300 kWh por mês instalar painéis fotovoltaicos no telhado gerando energia de 200 kWh, a despesa da luz será cobrir apenas os 100 kWh que não foi gerado pelo sistema de energia solar.

Ou seja, tanto vale a pena que em 2015 o Brasil tinha pouco mais de 1.800 unidades geradoras, equivalente a uma potência de 17 mil kW. Em julho deste ano, foram contabilizados 33,3 mil geradores que geram ao todo 403 mil kW, resultando num crescimento quase 20 vezes maior em apenas 3 anos.

Quanto se Economiza com Energia Solar?

Agora, imagine que todas esses proprietários de residências que geram sua própria eletricidade estão pagando entre 50 a 90% menos em sua conta de energia elétrica. Uma ótima economia, concorda?

Para colocar na ponta do lápis, some o valor de todas as suas contas dos últimos 12 meses e imagine que você poderia estar pagando, no mínimo, a metade do gasto!

  • Exemplo: se a conta de luz tem uma média mensal de R$200,00, multiplique: 200 x 12 = R$2.400,00 é o total anual que você paga à concessionária de energia.

Com a energia solar residencial, este custo pode ficar entre R$1.200 e R$240,00 apenas!

Quanto Custa Energia Solar Residencial?

É provável que você já esteja convencido de que vale a pena investir em um projeto de energia solar residencial, e instalar placas solares no telhado.

Antes disso, pode estar se perguntando quanto custa a instalação do sistema de geração distribuída em sua residência?

Os equipamentos e a instalação podem custar entre R$15 a R$20 mil reais. Com isso, pegando o exemplo acima, se a sua conta de energia custa R$200 mensais, você terá o retorno do investimento dentro dos próximos 6 anos.

Ou seja, compensa bastante partindo do pressuposto que a duração das placas é alta, podendo chegar a 30 anos que representam 3 décadas de economia.

Energia Fotovoltaica em BH

Também é válido destacar a importância de buscar uma empresa de qualidade para realizar a instalação do sistema de energia solar para casas.

Por isso, a Emap Solar é uma das empresas mais experientes, além de ter se tornado referência do estado pela competência e participação efetiva em diversos projetos de visibilidade nacional.

Conte com a melhor opção em projetos de energia solar residencial!

Entre em contato agora e solicite seu orçamento:

(31) 3223-1430.

(31) 99632-2511.

 📧contato@emapsolar.com.br

Compartilhe:

A Emap Solar é tradição em energia solar fotovoltaica no Brasil.